Tecnologia

Copa do Mundo da Rússia terá presença de tecnologia para ajudar árbitros

Árbitro de vídeo será utilizado na Copa do Mundo de 2018


Pela primeira vez na história da Copa do Mundo da FIFA será utilizado o sistema VAR, que consiste em um árbitro de vídeo. A novidade promete auxiliar na leitura de jogadas polêmicas e lances confusos. O sistema foi aprovado pela IFAB (International Football Association Board) em 2016.

Testado em mais de 20 torneios oficiais, como o Mundial de Clubes e a Copa das Confederações, o sistema será utilizado de fora do campo e ajudará a compor a equipe de árbitros de dentro do campo. A equipe de VAR contará com quatro profissionais, um principal e três assistentes (que será composta por árbitros, ex-árbitros, assistentes ou ex-assistentes). Além da equipe principal de VAR, contaremos com mais 4 profissionais auxiliares, que ficarão responsáveis por replays e captação de diferentes (melhores) ângulos das jogadas.

Como funcionará o novo sistema?

O VAR terá sua própria central de transmissão e receberá imagens captadas por suas inúmeras câmeras, que ficarão espalhadas pelo estádio. Todas as câmeras darão possibilidades de diferentes ângulos das jogadas captadas. Além do time de monitoramento VAR, o árbitro principal de campo poderá solicitar as imagens para análise na beirada do campo e ainda terá como se comunicar com a equipe VAR.

O sistema VAR poderá ser utilizado em quatro situações: Gol, Pênaltis, Cartões Vermelhos e Erro de Identidade dos Jogadores podendo ser solicitado pelo árbitro principal em campo ou até mesmo pela própria equipe VAR caso discorde com a arbitragem.

É interessante que a tecnologia possa fazer parte de um dos esportes mais admirados e mais antigos do mundo. Ainda mais para ajudar em uma função humana que exige tanta precisão.

Comentários

VEJA TAMBÉM...