Tecnologia

Google Chrome completa 10 anos de existência

Chrome está comemorando 10 anos desde sua primeira versão


O navegador mais utilizado do mundo, o Google Chrome, está comemorando seu 10º ano de existência desde que foi disponibilizado ao público pela primeira vez.

No ano de 2008, a gigante Google surpreendeu o mundo inteiro ao anunciar o lançamento de seu próprio navegador. Era uma tentativa de deixar mais rápida a navegação na web e por consequência desbancar o, até então, navegador mais utilizado Internet Explorer.

A tentativa da Google em tomar a dianteira entre os navegadores web demorou um pouco a dar respostas positivas para a empresa. Foi só no ano de 2016 que o Google Chrome conseguiu somar uma quantia de usuários maior do que a do rival Explorer, da Microsoft. Segundo o site NetMarketShare, que fornece pesquisas sobre o uso de navegadores web, atualmente o Chrome é dono de 62% do mercado. Em segundo lugar temos o IE com 12% e em terceiro o Firefox com 11%.

Mas como a Google conseguiu entrar depois nesse mercado e ainda roubar a cena?

Apostando na simplicidade. Isso mesmo, em uma época em que se apostava em lotar os navegadores com barras de ferramentas e ofertar um visual totalmente preenchido, a Google resolveu fazer diferente. A proposta era trazer exatamente o oposto, simplicidade e leveza.

Para dar início ao que viria ser o Chrome, a Google disponibilizou um projeto de desenvolvimento em código aberto e o que foi conquistado ali virou a base do Google Chrome. Combinando elementos dos motores de renderização da Apple e da Firefox, a Google nomeou seu projeto de Chromium Project. Entre as novidades se apresentava, também, o esquema de "sandbox", que era o responsável por rodar cada aba aberta no navegador como uma sessão independente do navegador. Esse avanço permitia que, caso um site travasse o navegador, fosse possível encerrar apenas a sua própria aba em vez de o programa completo.

E agora? Ainda tem espaço para inovações nesse mercado?

Sim. Hoje, o Chrome é a base da Google não só para aqueles que navegam na web a partir de computadores e dispositivos móveis com Windows, Linux, Mac, Android e iOS, mas também para quem usa os notebooks da empresa. O Sistema Chrome OS, que é 100% baseado no navegador, está em evolução e é uma das grandes apostas para a Google em relação a oferecer novas experiências aos usuários.

Comentários