Tecnologia

Startup brasileira desenvolve tablet voltado para crianças autistas

Startup de Santa Catarina lança tablet para crianças autistas no Brasil


A startup brasileira Playmove, de Blumenau em Santa Catarina, anunciou oficialmente o lançamento de seu tablet voltado para crianças com autismo. O produto foi batizado de Playtable e tem como função principal ensinar as crianças a ler e escrever.

Segundo a empresa, esse tablet vai ser a primeira plataforma ludopedagógica do país e que, inclusive, tem o desenvolvimento feito 100% em solo brasileiro. A estrutura do produto é parecida com a de uma mesa digital de tamanho infantil, com tela de 21,5 polegadas e resolução FullHD. Apesar de ser um produto anunciado como sendo desenvolvido para crianças com autismo, a Playtable também possuí um software habilitado para interação com crianças que possuam Síndrome de Down, TEA (autismo), TDA/H, surdez e deficiências motoras.

A Playtable funciona de modo que ofereça as crianças jogos pedagógicos alinhados com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Os jogos auxiliam no desenvolvimento de habilidades cognitivas e da coordenação motora, além de oferecer conteúdos de alfabetização. A mesa digital permite que até seis crianças joguem simultaneamente, promovendo a interação social entre elas, além de dispensar o acompanhamento de monitores.

O dispositivo possui ainda tecnologia IPS (que permite que o usuário fique um pouco de lado em relação à mesa e, ainda assim, tenha um campo de visão perfeito) com uma visão de até 180º, áudio digital, conexão Wi-Fi para eventuais atualizações (mas os jogos e aplicativos rodam sem a necessidade de internet), suporte técnico remoto gratuito, entrada para USB e tela multi-toque. Nesse último, além do toque humano, o tablet identifica objetos de metal, como pincéis, adaptadores e ponteiras. Para ligar, basta uma fonte de energia e a mesa pode ser usada no chão (em formato de mesa, de fato) ou na parede (como uma tela).

A Playmove é uma startup do setor da educação no Brasil e desde sua fundação já vendeu suas mesas digitais para mais de mil escolas do país ajudando mais de 350 mil alunos.

Comentários